DIÁRIO DE 02 IRMÃOS


BY: diegoschimitdt

DIÁRIO DE 02 IRMÃOS

Parte 01

Bom dia a todos, eu tenho o hábito de escrever desde os 13 anos, comecei a escrever em um pequeno caderno, e como eu gostava muito de escrever sobre pequenas coisas que aconteciam comigo, com minha família, com amigos mais próximos, eu logo vi que deveria continuar escrevendo, mas em um diário, hoje aos 21 anos já escrevi mais de 2700 páginas em 28 diários. Momentos felizes, momentos tristes, enfim, escrevi muito, semana passada ( 12 se setembro ), me conectei a internet em busca de um site contando histórias pessoais, encontrei alguns sites, até que me deparei com o contos eróticos, a principio achei que tal site não se enquadraria no que eu queria contar, pois achei se tratar de um site 100% erótico, li alguns contos e notei que no geral é realmente erótico, mas que há espaço para histórias de vida, histórias em que a parte erótica é só um complemento, depois de muito relutar decidi contar minha breve história, pois aos 21 anos ainda não tenho muito o que contar, mas o que me aconteceu nos últimos 4 anos foi algo que tenho certeza que muitas pessoas passaram ou ainda vão passar.


Preferi não alterar muitas coisas no que vou contar, portanto nomes de pessoas, datas, acontecimentos vão seguir o máximo de veracidade possível.

Eu me chamo Diego, moro em uma das principais cidades de Santa Catarina, atualmente tenho 21 anos e estou no último ano do curso de direito, sou branco, tenho 1,82 de altura, 76 kg, cabelo preto e olhos castanhos, adepto a esportes, pratiquei todos que pude. Sou o caçula de 3 filhos, minha irmã mais velha Vanessa tem hoje 28 anos, meu irmão Diogo tem 23 anos.

31/12/2009

Véspera de ano novo, boa parte da família Schimitd reunida em Brusque na casa de minha avó materna Júlia.
Diego: não sabia que tínhamos tantos parentes, e muito menos que iriam estar todos aqui na casa da vóvó.
Diogo: queria o quê? Além de véspera de ano novo, semana que vem a Vó e o Vô comemoram 50 anos de casados, aproveitaram para comemorar tudo junto, espero que os primos chatos fiquem presos em São Paulo e não venham.
Diego: verdade, parece que a cada ano estão mais chatos, mas se vierem vamos aprontar todas com eles, tu te lembras do ano passado né?
Diogo: se me lembro, foi sacanagem mas valeu a pena.
No ano anterior tínhamos ido para o litoral, e aprontamos com eles, eu e Diogo éramos os mais velhos, e nem sempre queríamos ficar de baba dos mais novos, e tínhamos feitos altos planos para a semana em Brusque, ou seja o plano era se livrar deles.
Diogo recém habilitado, longe de sua namorada de infância, era a chance dele aproveitar muito esses 10 dias que passaríamos em Brusque.

Prima Melissa: meu deus, como vcs estão lindos primos, se não soubesse juraria que são gêmeos.
Eu: oh prima, vc que é linda, vc é nossa prima favorita, vai dar muito trabalho para o tia e a tia. ( melissa era nossa prima favorita, por vários motivos, era muito espontânea, ajudava a sacanear os primos paulistanos ).
Diogo: mandou bem Diego, Melissa esta na parte errada da família. Hoje vamos ganhar a cidade prima. Ta convidada.
Melissa era filha do irmão mais velho de minha mãe, tinha 19 anos na época, cursava arquitetura, era uma mulher linda, além de se dar muito bem comigo e com Diogo, era muito amiga de minha irmã Vanessa.
Vanessa não iria passar a virada de ano com a gente, pois esse ano por constantes cobranças de seu noivo ficou na cidade em que morávamos para passar a virada com a família dele, mas viria para o aniversario de 50 anos da Vó e do Vô.

Melissa: claro que vamos, além do mais me a noite de Brusque é bem diferente de onde moro, boate ou barzinho? Rsrsrs
Diogo: prima a noite decide, com exceção do Diego que tem hora para chegar, temos todo e tempo do mundo.
Eu: kkkkkk, nem pensar parceiro é parceiro, e sendo irmão ainda, se me deixar fora dessa não vou te perdoar.
Diogo: estou brincando contigo irmãozinho, vamos aproveitar muito essa virada de ano.
Boa parte da família morava em Santa Catarina mesmo, família quase toda reunida, os preparativos eram simples, muita comida, bebida para os adultos, muitos abraços, muitos beijos, trocas de presentes, antes das 15 horas toda a parte materna da família estava reunida na casa de meus avós. Alguns iriam para hotel, outros para casa de alguns parentes, meu pai Afonso e um irmão de minha mãe preferiram alugar um apartamento para esses 10 dias em que iríamos passar em Brusque, fomos para esse apartamento perto das 17 horas para nos arrumarmos para a tradicional virada de ano em família.
Diogo ficou conversando pelo finado messenger por uns 30 minutos com sua namorada, eu fui tomar um banho, para logo em seguida me arrumar, sai do banho de toalha e passei ao lado de Diogo que estava com a webcam ligada, sua namorada Thainá ficou de graçinha, dizendo que eu estava cada vez mais parecido com meu irmão.
Sempre que me comparavam a Diogo eu ficava muito feliz, Diogo era um cara invejável em tudo que fazia, sempre procurava dar o seu melhor, Diogo era branco, 1,84 de altura, 77 kg, um rosto lindo, estava empolgado com a época em que os brasileiros dominavam o UFC, para tanto malhava, praticava jiu-jitsu, já apresentava em seu corpo o efeito de praticar esportes, o lance entre irmãos é complicado, ou se amam ou brigam o tempo todo, mesmo brigando não quer dizer que se odeiem, mas entre eu e Diogo havia muito respeito, admiração por ambas as partes, briguinhas eram coisa rara, mas aconteciam sim. Parei ao lado de Diogo.
Eu: tudo bem cunhada? Que nada eu sou muito mais bonito, e agora chega de papo, deixa meu irmão tomar banho e se arrumar senão nossa mãe vai ter um treco.
Thainá: ambos são lindos então, esta liberado meu amor, e Diego cuida bem do amor de nossas vidas.
Eu: pode deixar, mas sabes que é sempre o contrário, é ele quem cuida de mim.
Diogo se despediu de Thainá, e foi em direção ao banheiro, devido a termos duas mulheres em nossa casa, éramos sempre cuidados com privacidade, o máximo que fazíamos era andar de bermuda e sem camisa pela casa, como estávamos mais a vontade no ap que nossa pai havia alugado, Diogo fez o que sempre gostava de fazer quando tínhamos mais liberdade, foi tirando a roupa e largando espalhada pelo pequeno quarto em que estávamos.
Rapidamente tomou banho e começou a se arrumar.
Diogo: Diego o que acha dessa camisa?
Eu: não ficou legal, coloca essa aqui. ( ele havia colocado uma camiseta preta que eu não gostava mesmo, mesmo ele tendo ficado muito bonito nela, eu disse que não havia ficado legal, sugeri uma mais apertada que deixava bem mais exposto o corpo em formação que Diogo estava adquirindo. Até então nada de mais, cuidado de irmão mesmo, independente do que Diogo usasse ele ficava bem, assim como em fotos, eu achava um absurdo como o muleque era fotogênico.
Diogo: melhorou ?
Eu: sim, agora sim, ficou bem melhor.
Mãe: meninos, vamos, estamos atrasados.
Eu: mãe ainda não são nem 19 horas, temos tempo.
Mãe: eu sei Diego, mas ainda temos algumas coisas para arrumar na casa da vóvó, além do mais gosto de me adiantar em tudo que faço, vamos, vamos.
Eu: oh mania de advogada, sempre adiantada.
Diogo: com ESSA ai não adianta discutir diego, ela ganha todas. Bora andar.
nos dirigimos em direção do carro e Diego foi em direção ao volante.
Mãe: onde pensa que vai mocinho?
Diogo: ah mãe, aqui é bem mais tranqüilo do que em casa para dirigir, alem do mais eu e Diego vamos sair a noite, já combinamos com Melissa.
Pai: Marta deixa o rapaz ir dirigindo até a casa de sua mãe, ele tem razão em relação a isso, aqui é bem mais tranqüilo.
Diogo abriu um lindo sorisso e foi dirigindo com muita calma e habilidade até a casa de vovó.



Comentarios
Até então estou curiosíssimo com o conto, vou ler o próximo. Comentado por:darklover1 em 13/10/2014 03:49
Comente esse conto abaixo

(Numero maximo de caracteres: 400) Você tem caracteres restantes.

Desejo registrar meu vonto junto com o meu comentario:

Outros contos publicados desse mesmo autor
 


Próximo Conto

DIÁRIO DE 02 IRMÃOS


Online porn video at mobile phone


ultimos contos eroticos gayscontos erotricosconto gay irmaocontos romanticos gaysbielsabatiniencoxada gay no onibuscontos romanticos gayscontos incestos gaysfodasse meu irmãocontos eroticos meu cunhadoúltimos contos eróticos gaysfunkeiros gostososcontos eroticos meu cunhadodando pro chefe gayultimos contos eróticos gayscontos gay 2015salva vidas gostososcontos gay 2015contos crossdressingcontos eroticos a forcacontos de crossdressercontos eróticos crossdresserprimeira vez conto gaycontos eróticos crossdressersexo gay com dentistarego peludocontos crossdressersconto gay escolaultimos contos eroticos gayúltimos contos gaycontos eroticos de medicossalva vidas gostososcontos de crossdresserultimos contos gayme comeram no onibuscontos gay amigoscontos eroticos de crossdressersexo gay com porteirocontos eroticos gay papaisexo gay com meu padrastourso passivoconto erotico com padrastocdzinha contosencoxada gay no onibuscontos eróticos gay ultimoscontos de amor gayfodasse meu irmaofodasse meu irmãocarteiro gayenrabado pelo tioconto erotico gay padreultimos contos gaysconto erotico gay uberconto erotico gay caminhoneirocdzinha contoscontos gays sitecontos eroticos de medicoscontos eróticos crossdresserúltimos contos eróticos gayscontos crosdresserconto erotico com medicoraffa_kamaludo na praiafodasse meu irmãoconto gay caminhoneirosexo gay com meu padrastofaxineiro gostosocontos eroticos com primosultimos contos eroticos gaysme comeram no onibusconto encoxadapapai me comeu gay