MINHA PRIMEIRA VEZ


BY: Rickycwb INICIANDO... Eu era bem jovem, morava em uma cidade do interior do estado de São Paulo, e lá morava a meia quadra da minha casa um cara, ele era negro, já devia ter seus 25 anos, era forte, corpo bem atarracado, ele sempre me convidava pra ler gibi na casa dele, em seu quarto, no início era só ler gibi. Acredito que ele foi estudando meu comportamento!

Depois de um tempo mais abusado, ele pediu pra eu abaixar minha bermuda e cueca, ele queria ficar olhando minha bunda, eu achava estranho, mas concordava. Também pedia pra eu deitar na cama dele, pelado de bruços. Eu lia gibi e ele ficava alisando seu pau e tocando punheta. Ficava passando a mão nas minhas coxas, na minha bunda! Uma outra vez ele foi mais ousado e beijou e lambeu meu cuzinho chegou a enfiar a língua e o dedo, o que me deu uma sensação muito prazeirosa e até então totalmente desconhecida. Ele sempre deitava em cima de mim, me encochava, eu sentia seu pau duro e ele muito excitado. Algumas vezes pude vê-lo gozar, nas minhas coxas. Acredito que ele tinha medo de me comer e me rasgar, afinal seu pau era grande, e bem grosso.

Ele foi me aliciando, deixando-me cada vez mais a vontade, vou confessar que gostava e curtia aquelas sacanagens, ele experiente e vivido não teve pressa, levamos um tempo nessas brincadeiras, entre encoxadas, até que do dedo ele quis colocar o pau dele! A primeira vez foi complicado, parecia que seria arrombado, a dor era terrível, mas naquele dia ele estava muito tarado, ele colocou bastante cuspe e foi forçando, eu não aguentei a dor e pedi pra ele parar, ele concordou e deu uma maneirada, seu pau era mesmo bem grosso, ele procurou me tranquilizar, mas não perdeu muito tempo e voltou a investida, me deixou de quatro, pegou numa gaveta um tubo e dele tirou um gel que passou no meu cuzinho e no seu pau, dizia que ia por só a "cabecinha", e eu acreditei na sua lábia, e não foi só a cabecinha. Ele foi colocando aos poucos, doía pra caramba, ele dava um tempo pra eu "acostumar" com a invasão, segurava minha cintura com força, eu não conseguia escapar, depois começou a dar umas bombadas, foi acelerando eu me sentia todo arrombado! Senti a sua respiração acelerar, ele gozou forte, senti um jato quente me invadir, quando ele tirou o cacete, meu cu ardia como fogo, escorria porra e sangue do meu rabo.

Ele ficou preocupado, achou que eu fosse contar pros meus pais, mas eu segurei a onda, afinal não foi uma única vez que tinha ido na sua casa e eu fui conivente com tudo!!! Mas fiquei um bom tempo sumido e com receio, passado umas semanas, nos encontramos na padaria, perto da nossa casa e ele perguntou se estava tudo bem comigo, disse que tinha comprado novos gibis, e lá fui eu pro quarto dele "ler gibi" novamente, a segunda vez foi mais fácil, não vou dizer que não doeu, mas não tanto como da primeira vez, acabei sentindo mais prazer do que dor, depois disso ele quando estava afim, me chamava para ir ler um gibi!
Isso durou um bom tempo, até que eu me mudei para outra cidade!



Seja o primeiro a fazer um comentario nesse conto.
Comente esse conto abaixo

(Numero maximo de caracteres: 400) Você tem caracteres restantes.

Desejo registrar meu vonto junto com o meu comentario:

 


Próximo Conto

apresentação e (Primeira vez)


Online porn video at mobile phone


conto gay padremrpr2conto erotico gay com fotosjogadores de futebol gostososconto gay virgemgay chupando caminhoneirolutando de pau duroconto erotico com policialcontos crossdresserscontos eróticos bissexuaisconto gay irmaotravesti patycontos exibicionistacontos shemalecontos eroticos gay primeira vezultimos contos eróticos gaysconto erotico com medicocadeirante pauzudocontos de crosdresserconto erotico gay padreconto erotico com medicofodasse meu irmaourso passivomrpr2conto erotico gay realcontos de amor gayconto erotico com policialconto erotico com policialcontos glsconto erotico com padrastocrossdresser uolchupando meu amigo heterocontos eróticos gay ultimossexo gay em baile funkcontos eroticos entre pai e filhoultimos contos eroticos gaysconto erotico gay realconto erotico com policialfaxineiro gostosocdzinha contosconto erotico gay com fotoscontos eroticos com primosconto erotico motocontos eroticos meu cunhadocontos eróticos gay primocontos eroticos gay papaiconto gay escolacontos gay ultimosfodasse meu irmãocontos gay ultimocontos gay familiacontos eroticos troca trocacontos eroticos meu cunhadocontos de crosdressercontos gay ultimos contoscontos shemalecontos eroticos com primoscontos eroticos gay novinhosúltimos contos eróticos gaysfodasse meu irmãoconto erotico gay caminhoneirocontos eroticos de medicoscontos eróticos dominaçãopadres gays transandoultimos contos eroticos publicadoscontos eroticos pedreirosprimeira chupadasexo gay com dentistaultimos contos gaycontos exibicionistacontos gay escolaultimos contos gaygay de calsinhacontos eroticos gay primeira vezcontos incestos gays