Um Estranho Dedou o Meu Cú Dentro do Ônibus - REAL


BY: AventurasdeumMaromba C A R A L H O.

O que vou relatar aconteceu hoje mais ou menos ao meio dia, foi totalmente inesperado e uma das maiores loucuras que rolou comigo nos últimos meses.
Eu estava no ponto, aguardando o ônibus, de volta da academia para casa. Eu estava de tênis, camisa regata comprida de academia e um um short curto e preto de malha, bem leve, que marca bem o corpo e sempre uso.

> Se quiser, me siga no Instagram: raffa_ka

O ônibus chegou já bem lotado, e entramos, eu e mais umas 4 pessoas. Já me direcionei para o fundão do bus para não ter problemas na hora de descer. Achei um espacinho na área para cadeirantes e lá me instalei. O motorista era bem locão, era cada solavanco que tava difícil de me segurar sem ficar esbarrando nas pessoas, extremamente desconfortável. Não demorou muito, com o balançar do ônibus, acabei roçando a minha bunda num cara atrás de mim.

Eu tava com meus fones de ouvidos, mega distraído, tentei dar uma olhada para trás para identificar o figura,era um cara alto, devia ter uns 180 cm, queimado de sol, e com restos de cimento no braço, não vi o rosto direito, mas pelas veias saltadas nos braços e mãos grossas, parecia ter aquele corpo definido de peão de obra. Ele estava atrás de mim com um mochilão de um lado e segurando a barra de ferro que estava na minha frente.

De um lado tinha os assentos altos, e do outro uma penca de gente.
Fiquei de boa na minha, paradinho. Mas a cada solavanco o cara dava uma roçada de leve na minha bunda. Eu entendi aquilo como um sinal verde, tirei meus fones de ouvido e comecei a ir no balanço do ônibus e jogar meu corpo para trás e dar umas sarradinhas, rebolava de leve.

A essa altura o pau do cara já tava duro como uma pedra. Sempre que o busão dava um solavanco forte eu ia com tudo pra trás e colava meu rabo na pica dele e sentia ele fazendo o mesmo. De vez em quando nos afastávamos um pouco para disfarçar, mas logo voltávamos a encaixar os nosso corpos um no outro.
Parecia não caber mais gente, mas o motorista parou uns cinco minutos só para entrar mais gente. E enquanto as pessoas se exprimiam no corredor eu senti o cara colocando a mão áspera e grossa dentro do meu short, meu coração foi a mil, Q U E L O U C U R A .

O macho ficava apertando minha bunda e brincando com o dedão no meu cú, massageando, usava dois dedos para abrir mais meu cú e com o dedo do meio ia forçando uma entradinha, ele ficou uns 5 minutos nessa putaria. "Que macho puto do caralho", eu pensava. Ele tinha um dedo meio áspero e grosso, e meu cú tava seco, mas mesmo assim ele ia forçando a entrada até conseguir enfiar a ponta do dedo, eu ia forçando, contraindo meu cú, apertando dedo dele.

De repente ele tira o dedo do meu rabo, e a mão do meu short, e fica um tempinho quieto. Cheguei a achar que ele já tinha parado com a brincadeira e ia descer.
Do nada, ele mete a mão de novo dentro do meu short e lambuza todo o meu cú de cuspe, o filho da puta tava juntando saliva na boca, e tinha dado, discretamente, uma cusparada imensa na mão e tascado no meu rabo. Não de onde saiu tanta baba, que eu senti minha cueca toda molhada.

Com o rabo já todo lubrificado de cuspe ele começa a brincar com os dedos no meu cuzão melado e já vai metendo o dedo do meio,o dedo entrou com facilidade e ele já foi metendo ele inteiro, ele tirava e massageava meu cú, tirava e colocava de novo, chegou a colocar o dedão e tremer aquela mãozona grossa de macho de obra com o dedão lá dentro.

Durante todo o percurso nós não trocamos nenhuma palavra, e mau olhei para a cara dele. Eu fiquei lá paradão sendo usado por aquele macho filho da puta do caralho de safado. Pisquei muito meu cúzão no dedo dele e deu umas reboladas gostosas. Depois de mais 5 minutos nessa brincadeira gostosa. o cara desceu num ponto que nem bala e se mandou do busão. Fiquei a ver navios. Mas a sensação de ser usado foi uma delícia. Se quiser me conhecer, basta seguir no Instagram: raffa_ka



Seja o primeiro a fazer um comentario nesse conto.
Comente esse conto abaixo

(Numero maximo de caracteres: 400) Você tem caracteres restantes.

Desejo registrar meu vonto junto com o meu comentario:

 


Próximo Conto

Loiro peludo e barbudo comeu o vovô negro


Online porn video at mobile phone


contos shemalefodasse meu irmãoencoxadoscontos eroticos com primospapaku contospadres gostososbielsabatinicontos eróticos gay ultimoscontos eroticos gay 2015raffa_karego peludoúltimos contos eróticos gaycara parrudofunkeiro de pau duroconto erotico com medicoconto encoxadacontos eroticos primeira vez gaycontos glscontos eroticos de medicosultimos contos eroticos publicadossexo gay com meu padrastoencoxadoscomendo meu enteadotravesti patycontos gay ultimos contoscontos eroticos gay primeira vezcarteiro gaysalva vidas gostososcontos eroticos padrescontos eroticos de irmãosfunkeiro de pau duroprimeira vez conto gaycontos gay caminhoneiroconto encoxadaconto erotico com policialprimeira vez conto gaycontos eroticos entre irmãosconto gay cunhadoconto erotico com medicoenrabado pelo tiome comeram no onibusconto gay ubercontos gay caminhoneirodei pro meu professorme pegaram batendo punhetapadres gostososcontos eróticos bissexuaiscontos bissexualcontos de crossdressercontos eroticos entre pai e filhocontos erotricoscontos eroticos gay ultimosconto gay virgemconto gay irmaocontos eroticos gay 2015cdzinha contoscontos erotico por categoriacontos eróticos gay ultimosme pegaram batendo punhetacontos crossdressfodasse meu irmãoconto crossdressercontos eroticos cdzinhasconto erotico no tremcontos incestos gaysultimos contos eroticos gayscontos crossdresscontos eroticos de irmãoscontos gay últimossalva vidas gostososúltimos contos gayprimeira chupadaultimos contos gayscontos gays sitepadres gostososcontos eroticos padresconto erotico com policialcontos gay escolaultimos contos eroticos gaycontos de crosdresserconto gay medico